30 outubro 2014

Perto do coração selvagem - Clarice Lispector

Bom dia!
Hoje trago a resenha que mesmo sendo postada, essa dívida nunca será paga completamente pelo tempo que devo a vocês, mas vamos à ela..
Clarice Lispector | 202 páginas | Rocco

Há muito tempo eu queria ler algo da Clarice e enfim consegui com esse lindinho que ganhei de uma colega minha *-*
A estória que perdura dele é bem diferente das estórias que já li pois não é só sobre o crescimento de uma garota e 'ponto', é mais sobre como a mente dela funciona desde a sua infância...

É sobre Joana que se passa a estória. Do mesmo modo que é escrito em terceira pessoa, existem partes em que é possível identificar a primeira pessoa de Joana falando, como se a escritora fosse sua consciência e soubesse de tudo que se passava nem tanto do lado de fora, mas sim dentro dela, que tudo acontece. 

O que importa afinal: viver ou saber que se está vivendo?
Joana nunca foi considerada uma garota "normal", sempre levava o nome de problemática embora  (ou talvez justamente por isso) tentasse sempre identificar seus sentimentos, pois era aí onde se instalavam seus medos, suas angústias..não saber o que se passava com ela mesma era como se a deixasse perdida... Joana perdeu a mãe bem cedo e logo após um tempo perdeu seu querido pai a quem sempre teve muito amor e admiração.

Depois dessa tragédia, ela foi mandada para a casa de sua tia que a tratava mal e tinha um certo "medo" de Joana pela sua peculiaridade de pensar muito antes de fazer algo, principalmente de falar, e quando falava a deixava de boca aberta e se tremendo pois a sua tia achava que nunca saberia do que ela seria capaz, claro, negativamente.

É um livro que exige atenção, não pela sua linguagem que mesmo tendo sido publicado em 1998 pela editora Rocco (minha edição) a escrita é bastante leve, mas sim pela organização das palavras e o que ela quer passar. Eu mesma precisei começar a ler pela segunda vez para compreender como a estória se passa e vou lhes avisar logo para não passarem pelo que eu passei: os capítulos são alternados entre "passado" e "presente", quando Joana era uma criança e quando ela se tornou adulta ;)

Obrigada pela visita, comente e volte mais!
kissus

2 comentários:

  1. Apesar de ler várias frases soltas da autora e encontrar muitas referências dela por aí, nunca tive contato com sua narrativa, pra saber mesmo se também me identifico com suas palavras. Muito válida a dica de ficar mais atento enquanto lê, às vezes a gente só tá lendo e se deixando levar, mas é importante prestar atenção nos detalhes, como a troca do tempo, para não rolar confusão =)

    Beijos,
    Ceile.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não foi uma das minhas leituras mais gratificantes mas eu prefiro que leia e tire suas próprias conclusões, não quero ser a pedra no caminho para a leitura de ninguém ;)
      beijos

      Excluir

Comente! Sua opinião vale muito e faz bem ao meu coração *--*

Slider (Add Label Name Here!) (Documentation Required)

Our Team

I am the Author

Know us




Contact us

Nome

E-mail *

Mensagem *

sublimar-me © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.