13 dezembro 2014

Cidade do Fogo Celestial - Cassandra Clare

Cassandra Clare | 531 páginas | Galera Record
Demorei duas semanas mas finalmente, e não sei se isso é algo bom, terminei a série Os Instrumentos Mortais que encerra com o livro Cidade do Fogo Celestial. Ainda bem que ainda sobram-me O Códex dos Caçadores de Sombras e as as outras duas séries, As Peças Infernais e As Crônicas de Bane, para a despedida não doer tanto.

Tentei não colocar spoilers dos livros anteriores mas não deu, já que é o último livro e ele depende dos outros mas vamos lá...*

Todos estão de volta ao Instituto depois da Grande Guerra que aconteceu em Alicante com ajuda de todos os integrantes do Conselho, que inclui Lobos, Feiticeiros, Vampiros, Fadas e os Caçadores de Sombras, contra Valentim que já está morto mas ainda deixou seu filho que nem precisa tentar ser pior que o pai pois ele já nasceu tendo êxito, já que ele tem sangue de demônio. Simon está morando com Jordan , seu protetor da Praetor Lupus, pois sua mãe o "baniu" de casa quando viu a marca de Caim nele e o sangue que ele consumia, sem falar que ele é um vampiro diurno e todos o querem.

Todos esperam pelo ataque de Sebastian depois da mensagem que ele deixou junto com asas de anjo ensaguentadas no Instituto, Erchomai (Estou chegando). Jace está com o fogo celestial correndo pelas veias e não pode ter grandes emoções senão ele começa a queimar de dentro para fora. Fortes emoções incluem até mesmo beijos com a Clary, que estão sendo evitados pois até mesmo ela se queimou com ele.

Finalmente Sebastian aparece e o sentimento que se espalhou foi de alívio, pânico e medo pois, ele apareceu sim, mas misteriosamente começou a atacar os Institutos de todos os lugares de uma só vez em apenas uma noite. Ninguém sabe como ele consegue se mover tão rápido de um Instituto para outro e derrotar a todos se ele tem um exército menor que o deles; ele não só mata, ele transforma a maioria em Crepusculares, com o Cálice Infernal: Caçadores de Sombras que em vez de serem bons com o sangue do Anjo, o que corre pelas suas veias agora é o sangue de demônio.

Os Institutos são esvaziados. Todos os Caçadores de Sombras são mandados para Idris às pressas para que o exército de Sebastian não aumente. A partir daí as coisas acontecem bem rápido e Cassandra Clare mais uma vez foi feliz com a narração e com a história em si. Não deixou faltar nada, completou todos os pensamentos, encaixou todas as peças e me deixou muito feliz com o final da série.

Espero que você também goste tanto quanto eu. Acho que é importante colocar aqui que tem cenas bem mais quentes entre Clary e Jace, do tipo que não teve nos livros anteriores, mas é preciso paciência, até porque é um livro de ação e ficção não é!?

*Não consegui, tem spoilers!
Obrigada pela visita!

2 comentários:

Comente! Sua opinião vale muito e faz bem ao meu coração *--*