12 junho 2015

meu

tumblr
Estava procurando palavras para te escrever. Te descrever. Te descrever o que és para mim. Em mim.

Está vendo? Não consigo nem explicar a procura pelas palavras que nem sei quais são as melhores para usar com você, e eu já repassei tantos começos dessa escrita em minha mente, só como um treinamento... mas não adiantou de nada pelo jeito.

Desculpe o transtorno. O transbordo. Você me transbordou... Eu era inteira depois de ser tantas vezes metade, daí chega você assim nem tão rápido e nem tão devagar: na velocidade certa. Sem causar tumulto, nem engarrafamento me mostrou você. Tem coisa mais linda que essa? Você!?

Tudo em mim grita que não. Espero que entenda o nervosismo afim de estar aqui tentando lhe explicar o que significas para mim. E ao mesmo tempo me pergunto se já não seria o suficiente tentar lhe explicar você. O que significa para mim não passa de uma pequena parte de você, já que como você disse, você faz parte de mim agora, e sempre fará.

Deus permita que o sempre não seja apenas de um lado do meu corpo. Que seja dentro e fora, e arrodeando. Que não sobre pedaço de mim de você, até porque sem você não sou.

Jogar toda a responsabilidade para Deus é covardia não acha!? Ele já me deu você, me deu tempo para estar ao lado, sem falar nas pequenas coisitas (mas importantes) que fazem ser você. São como pequenas estrelas no céu: algumas brilham mais, outras brilham menos, todas são importantes enfim, mas sem elas o céu não deixará de ser o céu.

Também não sei se posso comparar você ao céu, pois gosto de chuva mas não gosto quando seus olhos fecham o tempo. Gosto quando eles brilham de vergonha ou de felicidade. Gosto quando eles me mostram o que você não consegue demonstrar, quando eles são espelhos de sua alma e coração e quando esses mesmos espelhos me mostram-me lá dentro, bem pequenininha e confortável em você.

Não sei se falo de suas qualidades ou de seus defeitos. Não acho interessante fazer algum comentário sobre suas qualidades, elas agradam a todos e a todas. Mas os seus defeitos... Ahh os seus defeitos lhe define. Ei não entenda mal! Não quero dizer que você só é feito deles. Mas são esses defeitos que lhe fazem ser único. Unicamente meu.

Bruna Guedes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente! Sua opinião vale muito e faz bem ao meu coração *--*